9ª Edição do Programa de Doutoramento em Saúde Pública

2017/2020

 candidatura online

 

 

1. Informações gerais

Breve descrição do curso a informar de finalidade/objetivos e destinatários

  • O doutoramento em Saúde Pública tem por objetivo a realização de uma contribuição científica original e inovadora para a área de Saúde Pública.
  • O doutoramento será conduzido para que o doutorando adquira: formação na conceção, planeamento e execução de investigação científica em saúde pública; prática na interpretação, discussão e comunicação de resultados; aprofundamento de conhecimentos avançados em saúde pública e na respetiva área de especialidade; competências e instrumentos para aprendizagem futura continuada; capacidade de formação de novos investigadores e de gestão de programas em saúde pública e na respetiva área de especialidade; competências para a preparação e publicação de artigos, baseados na investigação, em revistas com arbitragem científica.
  • O curso situa -se na área científica da Saúde Pública com as seguintes áreas de especialidade: Epidemiologia, Promoção da Saúde, Política, Gestão e Administração da Saúde, Economia da Saúde e Saúde Ambiental e Ocupacional

Início e fim do curso

A 9ª edição do Programa de Doutoramento em Saúde Pública (PDSP) 2017/2020 terá início em 29 de Setembro de 2017.

 
Quadro resumo com duração do curso e dias de aulas
 

 
Duração
Atividades
Curso de Doutoramento
(Parte Curricular)
1 ano letivo
Início em 29 de Setembro de 2017
Conclusão até 31 de Julho de 2018
Unidades curriculares obrigatórias
6ª feira – 11:30h às 22:10h
 
Unidades curriculares opcionais
4ª feira à tarde e/ou sábado de manhã
Tese de Doutoramento
2 a 4 anos
Após aprovação do(s) orientador(es) em Conselho Científico
Participação em Seminários, Estudo, Orientação Tutorial, Trabalho de campo e Elaboração da própria tese

 

Idioma das aulas e da bibliografia

Os alunos terão que dominar o Inglês, dado que durante o curso terão que realizar leituras e assistir a sessões letivas neste idioma.
 

Coordenação do curso

A coordenadora do PDSP é a Prof.ª Doutora Carla Nunes. A Comissão Científica é composta pela coordenadora do PDSP, pelo Prof. Doutor Alexandre Abrantes e pelo Prof. Doutor Pedro Aguiar.

 

 
2. Candidatura, seleção e matrícula
 
Quadro-resumo de datas (Prazos de candidatura, seleção e matrícula)
 

Fases
1ª Fase
2ª Fase
Candidatura
9 de maio a 30 de junho
13 de julho a 8 de setembro
Selecção
6 de julho a 12 de julho
11 de setembro a 15 de setembro
Matrícula
Até 28 de julho e após publicação da lista de candidatos admitidos
Até 29 de setembro e após publicação da lista de candidatos admitidos

 

Vagas (mínimo e máximo)

O ciclo de estudos a iniciar em 2017/2020 funciona com um número mínimo de 6 inscrições e um máximo de 15, podendo vir a existir vagas supranumerárias.
 

Elementos da candidatura

  • A candidatura é feita online, via Web ou nos Serviços Académicos da Escola, por preenchimento de formulário eletrónico, devendo ser anexada documentação digitalizada comprovativa do(s) grau(s) académico(s), Curriculum Vitae, uma carta de recomendação, uma proposta sobre o tema de investigação que o candidato pretende desenvolver com um máximo de 1000 palavras e outros elementos curriculares que o candidato considere relevantes.
  • O tema de investigação mencionado no ponto anterior deverá inserir-se nas áreas desenvolvidas pelos docentes da ENSP e na lista de temas preferenciais para a 9ª Edição do Programa de Doutoramento em Saúde Pública que se encontram alinhadas com as áreas do Centro de Investigação em Saude Pública. 

Requisitos

  • Podem candidatar -se os titulares do grau de mestre ou equivalente legal; os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da ENSP/UNL; os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional
  • que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da ENSP/UNL.

Descrição do processo de seleção

Os critérios de seleção, aprovados em Conselho Científico, podem ser consultados aqui.
  • Os candidatos pré-selecionados por análise curricular serão submetidos a prova de seleção eliminatória (entrevista individual), por júri designado para o efeito.
  • As entrevistas serão efetuadas entre os dias 10 e 12 de Julho de 2017.
  • São admitidos à matrícula os candidatos aprovados nas provas de seleção, que constarão de uma relação nominal tornada pública até à data limite de 14 de Julho de 2017.
  • Os candidatos admitidos devem proceder à matrícula (online), no período que decorre desde a publicação da lista de candidatos aprovados até ao dia 28 de Julho de 2017.
  • A admissão de alunos estrangeiros processa-se de acordo com as regras especiais vigentes na ENSP e a lei geral.

Abertura de 2ª fase

  • No caso de abertura de segunda fase de candidaturas, as entrevistas desta fase serão efetuadas entre 11 e 13 de Setembro de 2017.
  • São admitidos à matrícula os candidatos aprovados nas provas de seleção, que constarão de uma relação nominal tornada pública até à data limite de 14 de setembro de 2017.
  • Os candidatos admitidos devem proceder à matrícula (online), no período que decorre desde a publicação da lista de candidatos aprovados até ao dia 28 de Setembro de 2017.

Admissão condicional de alunos (a terminar licenciatura/mestrado ou com licenciatura/mestrado estrangeira)

Poderão ser admitidos condicionalmente alunos cujos processos académicos anteriores estejam ainda a decorrer/incompletos (diplomas, reconhecimentos de graus, entre outros)
 

Horário e contacto dos Serviços Académicos.

Para esclarecimento de dúvidas, os Serviços Académicos da ENSP estão abertos entre as 9h30m e as 12h30m e as 13h30m e as 18h30m (telefone: 21 751 21 00/21; e-mail: academicos@ensp.unl.pt)

  

3. Encargos