Curta Duração

ACAD – Ativos pela Saúde

ENSP-NOVA

No âmbito da sua missão, a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP-NOVA) desenvolve programas de formação dirigidos a Associações de Doentes, permitindo que estas tenham acesso a um conjunto de conhecimentos fundamentais à sua atividade, para que exerçam uma participação ativa e significativa no sistema da saúde.

 

Conheça o vídeo da 2ª edição da acad

 

O programa de formação Ativos pela Saúde - Academia para a Capacitação das Associações de Doentes (ACAD) é desenvolvido pela ENSP-NOVA, com o apoio da Roche, e tem como principal objetivo capacitar as Associações de Doentes de novas competências e ferramentas de gestão e intervenção social.

Após o sucesso das duas primeiras edições realizadas em 2018 e em 2019, a terceira edição da ACAD arranca em junho de 2020 e foi reformulada, de maneira a acompanhar as necessidades das associações. Este ano é por isso composta por uma unidade formativa com conteúdos centrais, para além de seminários, workshops e visitas de campo e também consultoria de projetos.

Os conteúdos e as diferentes vertentes da Academia têm resultado de necessidades identificadas pelas próprias associações e por outros atores do sistema.

 

Coordenação

Doutora Rute Simões Ribeiro
E-mail: rs.ribeiro@ensp.unl.pt

Conferência de Abertura

16 jun | 10h30 - 13h00 [ Sessão exclusiva aos alunos ]

Sessão de Abertura
Carla Nunes, Diretora da ENSP-NOVA e Simona Skerjanec, Diretora da Roche Farmacêutica
Conferência "A relevância (a todo o tempo) da Advocacia da Cidadania de Saúde"
Maria de Belém Roseira

 

Seminários

23 jun | 10h30 - 13h00 [ Sessão Pública ]

Palavra de Cidadão “Os doentes sabem primeiro”, por Tamara Milagre
Seminário "A necessidade e a (re)invenção - as respostas das Associações de Doentes ao COVID-19", com Ana Sampaio (APDI), Tamara Milagre (EVITA), Isabel Lobato (AOAL) e José Boavida (APDP).

7 jul | 15h00 - 17h30 [ Sessão Pública ]

Palavra de Cidadão “Ainda estamos aqui”, por Albino Medeiros
Seminário “Gerir a nova doença (COVID-19) sem esquecer nenhuma outra”, com Alexandre Tomás (ACES Almada Seixal), Rosário Zincke dos Reis (Plataforma Saúde em Diálogo), Ricardo Mexia (APMSP), Albino Medeiros.

 

ADvisoring e consultoria de projetos

A partir de 17 jul |  por marcação para rs.ribeiro@ensp.unl.pt

 

Unidade Formativa

13 out - 24 nov | Terças-feiras | 18h30 - 22h10
“Advocacia da Cidadania de Saúde”

Esta unidade formativa tem como finalidade a capacitação de pessoas e organismos que pretendam advogar pelos interesses dos doentes, contribuindo para a sua preparação para a gestão e tomada partilhada de decisão, em contexto de políticas de saúde.

Proporciona a introdução e o desenvolvimento de temas considerados relevantes para o eficaz empoderamento dos advocates, no exercício da sua cidadania de saúde. Possibilitará aos participantes:

  • Conhecer a estrutura do sistema de saúde em Portugal, modelos de financiamento e organização, posicionamento relacional de todos os seus atores, assim como as suas principais estruturas decisórias, incluindo aquelas em que está prevista a participação de representantes de doentes.
  • Compreender o processo de avaliação de tecnologias de saúde e a intervenção dos doentes nesse processo.
  • Conhecer o processo respeitante aos ensaios clínicos e ao consentimento informado do doente.
  • Compreender os direitos e deveres dos doentes, bem como a necessidade de transparência e ética no relacionamento com stakeholders no exercício desses direitos e direitos e respetivos desafios ético-legais.
  • Conhecer os direitos dos doentes, bem como de iniciativa dos cidadãos, designadamente, a submissão de petições, a iniciativa de referendo e a iniciativa legislativa, e saber como proceder junto da Assembleia da República.
  • Conhecer diferentes mecanismos de obtenção de financiamento direcionado ao desenvolvimento das atividades e missão de entidades representativas dos doentes ou de seus interesses (associações de doentes ou outras).
  • Compreender princípios fundamentais de gestão de recursos humanos e voluntários, numa perspetiva de capacitação para a gestão.
  • Compreender o método científico e as etapas da investigação, bem como conhecer os principais métodos e técnicas de investigação.
  • Conhecer as possibilidades de participação em consórcios internacionais para o desenvolvimento de projetos de investigação.
  • Compreender a importância das técnicas de comunicação e de negociação no relacionamento com os restantes stakeholders do sistema de saúde, numa perspetiva de obtenção de consenso e compromisso, com salvaguarda dos interesses dos doentes.
  • Compreender a comunicação social na atualidade, bem como a utilidade das ferramentas digitais na comunicação, para a prossecução dos fins dos advocates.
  • Compreender como agir entre stakeholders e parceiros do sistema de saúde, no processo de tomada de decisão.​

 

Visitas de Campo, Workshops e Think Tank

out 2020 - fev 2021  | Visitas de campo
dez 2020 - jan 2021 | Workshops
fev - mar 2021 | Think Tank

[datas provisórias, tendo em conta o atual contexto da pandemia covid-19]

 

Material de Apoio à Formação

São disponibilizadas aos formandos todas as apresentações decorrentes dos módulos em que participam.

Acesso restrito aqui.

  • A participação é gratuita e as inscrições estão limitadas a 30 participantes.
  • O critério de seleção é a ordem de inscrição.
  • Inscrições limitadas a 2 participantes por instituição.
  • Os interessados deverão inscrever-se, até ao dia 4 de junho, preenchendo o formulário online.