Corpo Docente

Staff

Carlos Matias Dias

Epidemiologia e Estatística Professor Auxiliar Convidado

Desenvolve trabalho na área da epidemiologia geral e aplicada à Saúde Pública, designadamente no planeamento, implementação, análise e publicação de inquéritos de saúde de base populacional e de registos de doença; monitorização, vigilância epidemiológica e investigação nas áreas das anomalias congénitas, lesões e acidentes, e observação em Saúde Pública. Mantem ainda interesse na área da administração de saúde da comunidade, planeamento da saúde, sistemas de informação de saúde, saúde pública internacional e políticas de saúde.

Médico especialista em Saúde Pública com o grau de consultor e a categoria de assistente graduado sénior, trabalha desde 1994 no Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge que coordena desde 2008.

Docente na disciplina de Epidemiologia nos cursos de Especialização em Saúde Pública, Medicina do Trabalho, Administração Hospitalar, Mestrado em Saúde Pública, Mestrado em Promoção da Saúde, Mestrado em Gestão de Saúde e Mestrado em Fisioterapia e Saúde Pública.

Docente no seminário em epidemiologia e Seminário em Saúde Pública I e II do Programa de Doutoramento em Saúde Pública, na unidade curricular de Sistemas de Informação em Saúde do Curso de Especialização em Saúde Pública, na Unidade Curricular de Investigação Epidemiológica em Saúde Pública I do Curso de Especialização em saúde Pública.

Orientações de Doutoramento concluídas:

Mafalda de Sousa Uva | “Contributo para o estudo dos efeitos da passagem à situação (e idade) de reforma na frequência das principais doenças crónicas em Portugal” | Doutoramento em Saúde Pública na especialidade de epidemiologia. ENSP/NOVA, 2015.

Elsa Mourato Costa  | “Clustering of major behavioural risk factors in the Portuguese population with diabetes and their association with self-rated health” | Doutoramento em Saúde Pública na especialidade de epidemiologia. ENSP/NOVA, 2015.

 

Orientações de Doutoramento em curso:

Filomena Horta Correia |A implementação de politicas de saúde conducentes ao treino de competências em situações de desastre podem diminuir o número de mortes evitáveis. |   Doutoramento em Saúde Pública na especialidade de epidemiologia. ENSP/NOVA (em curso).

 

 

Investigação epidemiológica nas áreas das doenças não transmissíveis, nomeadamente cardio e cerebrovasculares, diabetes e anomalias congénitas; Lesões e acidentes; determinantes de saúde, nomeadamente tabaco e bebidas alcoólicas.

 

PROJECTO “Improvement of epidemiological health information to support public health decision and management in Portugal. Towards reduced inequalities, improved health, and bilateral cooperation”. Com a designação Nacional de INSEF (Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico) decorreu entre 2013 e 2017, financiado no âmbito do mecanismo financeiro do espaço económico europeu (EEAGrants) como projecto pré-definido. Os principais resultados podem ser consultados em www.insa.pt e www.insef.pt .

 

Abreu, P. Sousa, C. Matias-Dias, and F. J. Pinto, “Longitudinal Impact of the Smoking Ban Legislation in Acute Coronary Syndrome Admissions,” BioMed Research International, vol. 2017, Article ID 6956941, 7 pages, 2017. https://doi.org/10.1155/2017/6956941.

Sousa-Uva, M, Antunes, L, Nunes, B, Rodrigues, Simões, AP, Ribeiro, RT, Boavida, JM, Matias-Dias, C.: Trendsindiabetesincidencefrom1992to2015 and projections for 2024: A portuguese General Practitioner’s Network study. Primary care diabetes 10 (2016): 329–333. http://dx.doi.org/10.1016/j.pcd.2016.05.003.

Gaio V, Antunes L, Namorado S, Barreto M, Gil A, Kyslaya I, Rodrigues AP, Santos A, Bøhler L, Castilho E, Vargas P, do Carmo I, Nunes B, Dias CM; INSEF Research group. Prevalence of overweight and obesity in Portugal: Results from the First Portuguese Health Examination Survey (INSEF 2015).. Obes Res Clin Pract. 2017 Sep 12. pii: S1871-403X(17)30077-7. doi: 10.1016/j.orcp.2017.08.002.

Caeiro, P. Vaz-Fernandes, A.P. Martinho, P.M. Costa, M.J. Silva, J. Lavinha, C. Matias-Dias, A. Machado, I. Castanheira, M.H. Costa, Environmental risk assessment in a contaminated estuary: An integrated weight of evidence approach as a decision support tool, Ocean & Coastal Management, Available online 7 October 2016, ISSN 0964-5691, http://dx.doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2016.09.026. (http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0964569116302216)

Rodrigues, E; Machado, A, Matias Dias, C: et al., Some Infectious and Parasitic Diseases" Mortality Periodicities, Seasonality and Trend, by Sex, in Portugal (1980-2012). J Infect Dis Prev Med 2016, 4:2. DOI: 10.4172/2329-8731.1000143.

de Sousa-Uva M, Antunes L, Nunes B, Rodrigues AP, Simões JA, Ribeiro RT, Boavida JM, Matias-Dias C. Trends in diabetes incidence from 1992 to 2015 and projections for 2024: A Portuguese General Practitioner's Network study. Prim Care Diabetes. 2016 Oct;10(5):329-33. doi: 10.1016/j.pcd.2016.05.003. Epub 2016 Jun 27.

Morris, J. et al: Prevalence of microcephaly in Europe: population based study. BMJ 2016;354:i4721.

 

ORCID:  https://orcid.org/0000-0002-0206-5874

RESEARCHER ID: http://www.researcherid.com/rid/I-6335-2012