Luís Graça

Textos sobre Saúde e Trabalho [ Papers on Health and Work ] 

 

childlabour.gif

Illustration of carding, drawing and roving... and of child labour in Great Britain / A Indústria têxtil e a exploração do trabalho infantil no início da Revolução Industrial. Source / Fonte: History of Cotton Manufacture in Great Britain (1835), by Edward Baines

http://www.spartacus.schoolnet.co.uk/IRbaines.htm (06.02.2002)

 

Conteúdo / Content 

1. Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores  [ Working Environment and Workers' Health 

1.1. Condições de Trabalho e Saúde

1.2. Absentismo por incapacidade temporária

2. Empresas, Gestão e Organização do Trabalho. Escolas e Outras Organizações  [ Enterprises, Management and Work Organisation. Schools and Other Organisations  

3. Ensino e Exercício da Medicina do Trabalho [ Teaching and Practice of Occupational Medicine 

4. História do Trabalho e da Saúde (incluindo a Legislação sobre SH&ST) [ History of  Labor and Health, including OSH Laws 

5. Participação e Consulta dos Trabalhadores [ Workers' Consultation and Participation  

6. Promoção da Saúde no Trabalho [ Workplace Health Promotion

7. Representações Sociais da Saúde, da Doença e das   Profissões de Saúde [ The Social Construction of Health, IIlness and Health Professions

8. Saúde Pública. Protecção e Promoção da Saúde [ Public Health. Health Protection and Promotion  

9. Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (SH&ST)   [ OSH Services

10. Sociologia Histórica das Profissões de Saúde  [ Historical Sociology of Health Professions

10.1. Profissões de saúde:  Enfermagem / Outras  

10.2.  Profissões de saúde: Medicina / Cirurgia / Farmácia   

11. Sociologia Histórica dos Sistemas, Políticas e Serviços de Saúde [ Historical Sociology  of Health Systems, Policies and Services  

11.1. Epidemiologia e Saúde Pública  

11.2. Hospitais, Misericórdias e Outros Estabelecimentos Assistenciais até ao Séc. XIX

12. Stresse e Satisfação Profissional nas Profissões de Saúde [ Job Stress and Satisfaction among Health Care Professionals

13. Factores Psicossocias no Trabalho [ Psycho-social Factors at Work ]

14. Textos  Mais Recentes [ The Latest Papers

15. Lista dos Textos por Ordem Numérica  > 1-100 [ Papers listed by number order  > 1-100 ]

16. Lista dos Textos por Ordem Numérica > 101-200 [ Papers listed by number order  > 101-200 ]

 

1

Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores [ Working Environment and Workers' Health

 

1.1. Condições de Trabalho e Saúde

6. Qualidade e Condições de Trabalho  [ Quality and Working Conditions ]

9. As PME em Portugal e na União Europeia  [ SMEs in Portugal and the European Union ]

10. Saúde, Trabalho e Empregabilidade  [ Health, Work and Employability ]     

38. Trabalho e Saúde em  Portugal e na União Europeia. Parte I  [ Work and Health in Portugal and the European Union. Part One ]   

39. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte II  [ Work and Health in Portugal and the European  Union. Part Two ]   

40. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte III  [ Work and Health in Portugal and the European Union.Part Three ]   

41. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte IV  [ Work and Health in Portugal and the European Union. Part Four ]   

79.  A Situação do Operariado no Final da Monarquia. Parte II  [ The Portuguese Working-Class Condition in 1909 . Part Two ]  

112. Os "riscos emergentes" e a necessidade de uma abordagem integrada e inovadora da saúde e segurança no trabalho  [ The "emerging risks" and the need for a new, integrated, innovative approach to occupational health and safety]

1.2. Absentismo por incapacidade temporária

11. O Processo de Adoecer, Faltar e Regressar ao Trabalho  [ The Process of Becoming Ill, Leaving from and Returning to Work ]   

125. Políticas de saúde e segurança do trabalho. Estudos de caso portugueses. Conclusões   [OSH policies. Portuguese case studies.  Conclusions ]

133. Iniciativas para reduzir e prevenir o absentismo laboral: Resumo  [Initiatives for reducing and preventing workplace absenteeism: Summary ]

147. Absentismo e stresse no trabalho [ Absenteeism and stress at work ]   

150. A autopercepção do estado de saúde da população trabalhadora  [Portuguese working population's self perceived health state ]

151. Baixa por doença e incapacidade temporária para o trabalho durante a década de 1990  (I parte) [ Sick-leave and temporary incapacity for work. Portugal (1990-1998) , Part One]

155. Baixa por doença e incapacidade temporária para o trabalho durante a década de 1990  (II parte) [ Sick-leave and temporary incapacity for work . Portugal (1990-1998), Part Two]

153. A public health problem: Ill-health and workplace absenteeism [Um problema de saúde pública: O absentismo por incapacidade para o trabalho]

154. Absentismo global e específico: Alguns problemas teórico-metodológicos  [Some theoretical and methodological problems concerning the study of workplace absenteeism ]

 

Topo

2

Empresas, Gestão e Organização do Trabalho. Escolas e Outras Organizações [ Enterprises, Management and Work Organisation. Schools and Other Organisations ] 

 

9. As PME em Portugal e na União Europeia  [ SMEs in Portugal and the European Union ]

44. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte I    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part One]   

123. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte II    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Two]   

19.     O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte III    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Three]   

111. Competitividade, Emprego, Desenvolvimento e Saúde no Trabalho   [ Competitiveness, Employment, Development and Heralth at Work]   

114. Concertação Social, Modernização e Saúde no Trabalho   [ Social Agreement, Modernization and Health at Work ]   

125. Políticas de saúde e segurança do trabalho. Estudos de caso portugueses. Conclusões   [OSH policies. Portuguese case studies.  Conclusions ]

127. A Escola: Um Construído Social. I ParteThe School As A Social Construction.. Part One ]   

128. A Escola: Um Construído Social. II ParteThe School As A Social Construction.. Part  Two ]   

129. A Declaração de Lisboa sobre a Saúde no Trabalho nas PME  [ Lisbon Statement on  Workplace Health in SMEs  ]

138. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work.Part One    [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. I Parte ]

166. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part Two   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte II ]

167. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part Three   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte III ]

168. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part IV   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte IV]

169. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Summary   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Resumo ]

164. Novas formas de organização do trabalho. Parte I [ New forms of work organisation. Part one  ]

165. Novas formas de organização do trabalho. Parte II [ New forms of work organisation. Part two  ]

184.  Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. I PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  One ]

185. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. II  PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Two ]

186. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. III PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Three ]

187. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. IV PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Four ]

Topo

3

Ensino e Exercício da Medicina do Trabalho [ Teaching and Practice of Occupational Medicine

 

13.  "Vale Mais um Ano de Tarimba que Dez de Coimbra"  [ Portuguese Sayings About Medical Teaching and  Practice in the Old Age ]   

18. Notas sobre a Evolução do Ensino e da Prática da Medicina do Trabalho em Portugal  [ Occupational Medicine in Portugal: Changing Patterns in Teaching and Practice until the End of 1980 ]   

31. Europa: Uma Tradição de Protecção Social dos Trabalhadores. II Parte: O Nascimento da Medicina do Trabalho   [ Workers' Social Protection in Europe: A Historical Tradition. Part Two: The Birth of Occupational Medicine ]   

45. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte I    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part One ]

46. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte  II    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part Two ]

48. La Salute Non Si Paga   [ A Saúde Não Tem Preço ]  

50. A Certificação dos Serviços de SH&ST na Holanda e em Portugal    [ Certified OSH Services in the Netherlands and Portugal ]   

78.  Xornadas Hispano-Lusas de Medicina do Traballo (Santiago de Compostela, 1992)  [ Spanish-Portuguese Meeting on Occupational Medicine Santiago de Compostela, 1992 ]   

97. O Ensino e a Prática da Medicina em Portugal no Séc. XIX  [The Medical Education and Practice in the XIX Century ]

98. A Medicina Pré-Industrial: O Acto Médico Indivisível  [The Profession of Medicine ]

107. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte I   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part One ]

108. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte V   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Five ]

130. Medicalização, Gestão e Promoção da Saúde noTrabalho: O que resta da equipa de saúde? [ Medicalisation, management and workplace health promotion: Whta role the health team ? ]

158. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte I  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part One]

159. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte II [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Two]

160. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte III  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Three ]

174. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. I Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat One]

175. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. II Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat Two ]

Topo

4

História do Trabalho e da Saúde (incluindo a Legislação sobre SH&ST) [ History of  Labor and Health, including OSH Laws

 

142. História da Saúde e Segurança no Trabalho:  Introdução [ History of Occupational Health and Safety: Introduction ]   

23. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.1. Repressão, Assistência Pública e Capitalismo Liberal: O Contexto Europeu  [ History of Occupational Health and Safety: 1.1. Repression, Public Assistance and Liberal Capitalism: The European Background ]   

15. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.2. O   Embrionário Desenvolvimento  da Saúde Pública no Portugal Oitocentista [ History of Occupational Health and Safety: 1.2  The Portuguese Public Health Development in XIX Century ]   

14.  História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.3.  Proto-História do Direito do Trabalho: 1867-1910  [ History of Occupational Health and Safety: 1.3. The Birth of the Portuguese Labour Law : 1867-1910 ]   

29. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.  Período de 1890-1926: A Modernização Falhada  [ History of Occupational Health and Safety: 2. A Lost Opportunity for Modernization: Portugal, 1890-1926 ]   

16. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.1.   Reforma da Saúde Pública no Virar do Século  XIX   [ History of Occupational Health and Safety: 2.1.The 1899-1901 Portuguese Public Health Refom ]   

79.  História da Saúde e Segurança no   Trabalho: 2.2. A  Situação do Operariado no Final da Monarquia  [ History of Occupational Health and Safety: 2.2. The Portuguese Working-Class Condition in 1909]   

28. História  da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.3. A Tardia e Inconsequente Legislação Social da República  [ History of Occupational Health and Safety: 2.3. Social Legislation during the First Republic, Portugal: 1910-1926 ]

30. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 3. O período de 1926-1974: A Modernização Bloqueada. 3.1. Nacionalismo e Corporativismo: 1926-1958  [ History of Occupational Health and Safety: 3. Portugal, 1926-1974: The Blocked Modernization Process. 3.1. Nationalism and Corporativism, 1926-1958 ]   

17. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 3.2. Industrialismo e 'Estado Social' (1959-1974)  [  History of Occupational Health and Safety:  3.2. Industrialism and 'Social State' (Portugal, 1959-1974) ]   

22. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 4. O   Pós-25 de Abril de 1974:  Democratização, Integração Europeia e 'Aggionarmento' da Legislação sobre SH&ST   [ History of Occupational Health and Safety:  4. The Post 25-April 1974 Portugal: Updating OSH Laws ]   

24.  Industrialização, Saúde Pública e Controlo Social na Inglaterra do Séc. XIX   [ Industrial Revolution, Public Health and Social Control in the XIX Century England ]   

25. Europa: Uma Tradição de Protecção Social dos Trabalhadores. I Parte: O Nascimento da Inspecção do Trabalho  [ Workers' Social Protection in Europe: A Historical Tradition. Part One: The Birth of Labor Inspectorate ]   

31.  Europa: Uma Tradição de Protecção Social dos Trabalhadores. II Parte: O Nascimento da Medicina do Trabalho   [ Workers' Social Protection in Europe: A Historical Tradition. Part Two: The Birth of Occupational Medicine ]   

48. La Salute Non Si Paga   [ A Saúde Não Tem Preço ]  

78.  Xornadas Hispano-Lusas de Medicina do Traballo (Santiago de Compostela, 1992)  [ Spanish-Portuguese Meeting on Occupational Medicine Santiago de Compostela, 1992 ]   

 

Topo

5

Participação e Consulta dos Trabalhadores [ Workers' Consultation and  Participation

  4. Do Trabalhador 'Descartável' ao Cidadão no Trabalho  [ 'Disposable' Workers or Citizens at Workplace? ]

20. O Direito de Recusar ou Suspender o Trabalho  em Caso de Perigo Grave e Iminente  [ The Rigth to Refuse or Suspend Work in Case of Danger ]   

51. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte I   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part One ]   

52. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte II [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Two ]   

53. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte III [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Three ]   

54. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte IV  [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part  Four ]   

55. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte  V   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Five ]   

56. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte VI   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Six ]   

57. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte VII   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Seven ]   

118. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 1.  Comissões de Trabalhadores  [ Workers' Representatives: 1. Work Councils ]   

117. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 2.  Comissões de Segurança, Higiene e Saúde  no Trabalho  [ Workers' TRepresentatives: 2. OSH Committees ]   

119. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 3.  Delegados e Comissões Sindicais  [ Workers' TRepresentatives: 3. Trade Unions' Delegates ]   

44. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte I    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part One]   

123. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte II    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Two]   

19.     O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte III    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Three]   

157. Círculos de Saúde e Outras Formas de Participação Directa dos Trabalhadores    no Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho [ Health Circles and Other Direct Participation Form in the OSH  Management System ]

164. Novas formas de organização do trabalho. Parte I [ New forms of work organisation. Part one  ]

165. Novas formas de organização do trabalho. Parte II [ New forms of work organisation. Part two  ]

Topo

6

Promoção da Saúde no Trabalho  [ Workplace Health Promotion ]    

  2. Higia e Panaceia: Da Arte de Curar a Doença à Arte de Conservar a Saúde  [ Hygia and Panacea: from the Art of Healing to the Art of Health Promotion ]    

3. O Médico de Família e a Saúde da População Trabalhadora   [ National Health Service Family Doctors and the Working Population Health ]

5. A Promoção da Saúde e o 'Blaming the Victim' [ When Health Promotion Means Blaming the Victim ]

21. Saúde e Estilos de Vida nos Provérbios Populares [ Health and Life Styles According to the Portuguese Proverbs ]   

77. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte V:  'Pés Quentes, Cabeça Fria, Cu Aberto, Boa Urina - Merda para a Medicina'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Five ]  

32. The Luxembourg Declaration on Workplace Health Promotion  in the EU (1997)   [   A Declaração do Luxemburgo sobre a Promoção da Saúde no Local de Trabalho na União Europeia, 1997 ]  

49. The European Network for Workplace Health Promotion (ENWHP)    [ A Rede Europeia para a Promoção da Saúde no Local de Trabalho (REPSLT) ]   

111. Competitividade, Emprego, Desenvolvimento e Saúde no Trabalho   [ Competitiveness, Employment, Development and Heralth at Work]   

112. Os "riscos emergentes" e a necessidade de uma abordagem integrada e inovadora da saúde e segurança no trabalho  [ The "emerging risks" and the need for a new, integrated, innovative approach to occupational health and safety]

114. Concertação Social, Modernização e Saúde no Trabalho   [ Social Agreement, Modernization and Health at Work ]   

116. Saúde para Todos os Portugueses   [ Health for All the Portuguese People ]   

 125. Políticas de saúde e segurança do trabalho. Estudos de caso portugueses. Conclusões   [OSH policies. Portuguese case studies.  Conclusions ]

129. A Declaração de Lisboa sobre a Saúde no Trabalho nas PME  [ Lisbon Statement on  Workplace Health in SMEs  ]

130. Medicalização, Gestão e Promoção da Saúde noTtrabalho: O que resta da equipa de saúde? [ Medicalisation, management and workplace health promotion: Whta role the health team ? ]

131.   Portugal: Promoting health at work and improving employability of disable workers. An example of good practice. [Portugal: Promover a saúde e melhorar a empregabilidade dos trabalhadores com incapacidade de longa duração. Um exemplo de boas práticas ]

132. O absentismo na perspectiva da  promoção da saúde no trabalho:  Experiências portuguesas  [ From sick leave  prevention to workplace health promotion: Portuguese lessons ]

133. Iniciativas para reduzir e prevenir o absentismo laboral: Resumo  [Initiatives for reducing and preventing workplace absenteeism: Summary ]

7. Da Velha Medicina do Trabalho à Nova Saúde Ocupacional  [ From the Old Industrial Medicine to the New Occupational Health ]

72. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 1 Introdução  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 1. Introduction ]   

80. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 2. A PST, Segundo a Perspectiva Norte-Americana; 2.1. Os 'Wellness Programs'  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 2. WHP According to USA Approach; 2.1. The Wellness Programs ]   

81. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?  2.2. Os 'Employee Assistance  Programs' e as 'Drug Screening Initiatives' s  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.2. The Employee Assistance Programs and the Drug Screening Iniatiatives ]   

124. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?  2.3. EUA: A natureza e a frequência dos programas de PST [ Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 2.3.  USA: Natrure and frequency of WHP Programmes ]

162. A  Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?    2.5. Alguns Exemplos de Programas de PST nos EUA   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.5. USA:  Some WHP Programmes ]

135. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?    2.6. O Contexto Teórico e Societal da PST   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.  2.6. The  Theoretical  and Social Context]

136. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?   2.6.4.  A Construção de uma Nova Ética do Trabalho    [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.  2.6.4. The  New  Corporate Health Ethic ]

 137. Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?   2.7.   Custos e benefícios da PST    [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.7. WHP Costs and Benefits  ]

134. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 3. A PST, segundo a Perspectiva Europeia;  3.3. Uma Tradição Histórica no Domínio da SH&ST   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 3. WHP, According to an European Approach; 3.3. An Historical Tradition in the OSH Field ]

139.  Um Projecto de Formação em Promoção da Saúde no Trabalho    [ Workplace Health Promotion : a  specification for training ]

152. Matching the training specification on workplace health promotion to local contexts: a Portuguese example [  Projecto de formação em promoção da saúde no local de trabalho: uma aplicação portuguesa ]

161. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 4. Conclusão [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 4. Conclusion  ]

170. Política(s) de saúde no trabalho:  um inquérito sociológico às empresas portuguesas: resumo  [ Health at work policies: a sociological inquiry into Portuguese corporations: abstract ]  

172. Política(s) de saúde no trabalho:  um inquérito sociológico às empresas portuguesas: conclusões e recomendações [ Health at work policies: a sociological inquiry into Portuguese corporations: conclusions and recommendations]  

184.  Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. I PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  One ]

185. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. II  PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Two ]

186. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. III PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Three ]

187. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. IV PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Four ]

192. A Protecção e a Promoção da Saúde dos Trabalhadores: Desafios e Oportunidades  em Portugal e na Europa  Protecting and Promoting  Health at Work: Challenges and Opportunities for Portugal and Europe ]

 

Topo

7

Representações Sociais da Saúde,  da Doença e dos Profissionais de Saúde [ The Social Construction of Health, IIlness and Health Professions

 

2. Higia e Panaceia: Da Arte de Curar a Doença à Arte de Conservar a Saúde  [ Hygia and Panacea: from the Art of Healing to the Art of Health Promotion ]    

21. Saúde e Estilos de Vida nos Provérbios Populares [ Health and Life Styles According to the Portuguese Proverbs ]

73. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte I: ' Muita Saúde, Pouca Vida porque Deus não Dá Tudo'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part One  ]   

74. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte II: ' Deus Cura os Doentes e o Médico Recebe o Dinheiro'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Two ]   

75. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte III: 'Em Lisboa nem Sangria Má nem Purga Boa '  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Three ]   

76. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte IV:  'Não Provam Bem as Senhoras que se Metem a Doutoras '  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Four]

77. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte V:  'Pés Quentes, Cabeça Fria, Cu Aberto, Boa Urina - Merda para a Medicina'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Five ]  

Topo

8

Saúde Pública. Protecção e Promoção da Saúde [ Public Health. Health Protection and Promotion

  1. A Saúde Pública e a Saúde Ocupacional na Internet  [ WEB Sites on  Occupational and Public Health ]

8. Medicina do Desemprego  [ Unemployment Medicine ]

10. Saúde, Trabalho e Empregabilidade  [ Health, Work and Employability ]     

11. O Processo de Adoecer, Faltar e Regressar ao Trabalho  [ The Process of Becoming Ill, Leaving from and Returning to Work ]   

12. Trabalho e Saúde na União Europeia: Desafios e Oportunidades para a Agenda de I & D no Virar do Milénio  [ Work and Health in the European Union: Challenges and Opportunities for the New Millenium I & D Agenda

15. O Embrionário Desenvolvimento  da Saúde Pública no Portugal Oitocentista [ The Portuguese Public Health Development in XIX Century ]   

16. A Reforma da Saúde Pública no Virar do Século  XIX   [ The 1899-1901 Portuguese Public Health Refom ]   

24.  Industrialização, Saúde Pública e Controlo Social na Inglaterra do Séc. XIX   [ Industrial Revolution, Public Health and Social Control in the XIX Century England ]   

33. Saúde e Terror no Antigo Regime    [ Health and Terror during the 'Ancién Régime'  ]   

79.  A Situação do Operariado no Final da Monarquia. Parte II  [ The Portuguese Working-Class Condition in 1909 . Part Two ]  

116. Saúde para Todos os Portugueses   [ Health for All the Portuguese People ]   

109. Cooperação com Angola no campo da formação em saúde pública  [ Cooperation with Angola in the field of public health training ]

110. Sistema Local de Saúde  [ Local  Health System ]

149. A Saúde Pública e os Ganhos em Saúde    [ Public Health and Health Gains ]   

150. A autopercepção do estado de saúde da população trabalhadora  [Portuguese working population's self perceived health state ]

151. Baixa por doença e incapacidade temporária para o trabalho [ Sick-leave and temporary incapacity for work ]

163.  Consumo de tabaco na população activa portuguesa: alguns dados do Inquérito Nacional de Saúde 1998/99 [ Tobacco smoking among Portuguese working population:  Some data from the  1998/99 National Health Survey  ]

170. Política(s) de saúde no trabalho:  um inquérito sociológico às empresas portuguesas: resumo  [ Health at work policies: a sociological inquiry into Portuguese corporations: abstract ]  

181. O desenvolvimento embrionário de sistemas de protecção social   [ The origins of  Welfare State ]

Topo

9

Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (SH&ST) [ OSH Services

 

 

42. Quanto Custa a Protecção da Saúde no Trabalho ? Parte I  [ How Much Does Cost the Workers' Health Protection?  Part One ]   

43. Quanto Custa a Protecção da Saúde no Trabalho ? Parte II  [ How Much Does Cost the Workers' Health Protection? Part Two ]  

45. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte I    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part One ]

46. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte  II    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part Two ]

48. La Salute Non Si Paga   [ A Saúde Não Tem Preço ]  

50. A Certificação dos Serviços e dos Profissionais de SH&ST na Holanda e em Portugal    [ Certified OSH Services and Satff in the Netherlands and Portugal ]   

107. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte I   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part One ]

120. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte II   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Two ]

121. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte III   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Three ]

122. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte IV   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part  Four ]

108. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte V   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Five ]

125. Políticas de saúde e segurança do trabalho. Estudos de caso portugueses. Conclusões   [OSH policies. Portuguese case studies.  Conclusions ]

131.  Portugal: Promoting health at work and improving employability of disable workers. An example of good practice. [Portugal: Promover a saúde e melhorar a empregabilidade dos trabalhadores com incapacidade de longa duração. Um exemplo de boas práticas ]

158. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte I  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part One]

159. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte II [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Two]

160. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte III  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Three ]

174. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. I Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat One]

175. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. II Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat Two ]

 

Topo

10

Sociologia Histórica da Medicina, da Enfermagem e Demais Profissões de Saúde  [ Historical Sociology of  Medicine, Nursing and Other Health Professions

 

 

   10.1. Profissões de saúde:  Enfermagem / Outras  

64. Proto-história da Enfermagem em Portugal. Parte I   [  History of Portuguese Nursing. Part One ]   

65. Proto-história da Enfermagem em Portugal. Parte II   [  History of Portuguese Nursing. Part Two ]   

78. Administração hospitalar: da laicização à profissionalização  [ Hospital administration: from occupation to profession]

102. A Arte Médica no Feminino por Graça e Mercê d' El-Rei   [ Women and the Profession of Medicine in the XVI Century]

103. Físicos, Cirurgiões, Barbeiros, Parteiras e Outros Praticantes de Artes Médicas: uma História mais de Pudor do que de Poder [ Power, Pudency and Medicine ]

62. Evolução da Prática e do Ensino da Enfermagem em Portugal   [ The Practice and The Teaching of Nursing in Portugal during the XX Century ]   

67. Irmãos e Irmãs da Caridade: os Primórdios da Enfermagem na Europa   [ History of European Nursing: the Sisters of Charity ]  

63. Florence Nightingale e Ethel Fenwick: Da Ocupação à Profissão de Enfermagem  [  Florence Nightingale and Ethel Fenwick: From Occupational to Profession in  Nursing ]   

141. Ethel Fenwick: O combate pela profissionalização da enfermagem na Grã-Bretanha e no resto do mundo [ Ethel Fenwick:  The struggle for the Registered Nurse in Britain and Worldwide]

173. A arte da enfermagem no Séc. XVIII  [  The art of nursing in XVIII century]   

 

      10.2: Profissões de saúde: Medicina / Cirurgia / Farmácia   

13.  "Vale Mais um Ano de Tarimba que Dez de Coimbra"  [ Portuguese Sayings About Medical Teaching and  Practice in the Old Age ]   

103. Físicos, Cirurgiões, Barbeiros, Parteiras e Outros Praticantes de Artes Médicas: uma História mais de Pudor do que de Poder [ Power, Pudency and Medicine ]

61. Diferenciação Socioeconómica dos Praticantes da Arte Médica até ao Século XIX   [ Social and Economic Stratification among Health Professionals until the XIX Century ]   

66. Reforma Pombalina dos Estudos Médicos em 1772  [ Reformation of Medical Teaching under Pombal's Government  in 1772 ]  

69. A Valorização Técnica e Social da Cirurgia durante o Antigo Regime  [ Surgeons' Higher Technical and Social Status during the 'Ancien Régime' ]  

76. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte IV:  'Não Provam Bem as Senhoras que se Metem a Doutoras '  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Four ]  

97. O Ensino e a Prática da Medicina em Portugal no Séc. XIX  [The Medical Education and Practice in the XIX Century ]

98. A Medicina Pré-Industrial: O Acto Médico Indivisível  [The Profession of Medicine ]

105. Profissões de Saúde: Especialização Técnica, Diferenciação Social   [ Health Professions: Technical and Social Division of Labour  ]

177. Portugal: Estrutura liberal da medicina hospitalar até 1971  [ Portugal: Profession of medicine and hospitals until 1971  ]

178. A vida de um médico português na Belle Époque [ Portuguese doctor's life during the Belle Époque ]

 

Topo 

11

Sociologia Histórica  dos Sistemas, Políticas e Serviços de Saúde [ Historical Sociology  of Health Systems, Policies and Services

 

     11.1. Epidemiologia e Saúde Pública  

24.  Industrialização, Saúde Pública e Controlo Social na Inglaterra do Séc. XIX   [ Industrial Revolution, Public Health and Social Control in the XIX Century England ]   

34. Mercator Ergo Pestiferus    [ Mercator Ergo Pestiferus ]  

33. Saúde e Terror no Antigo Regime    [ Health and Terror during the 'Ancién Régime'  ]   

15. O Embrionário Desenvolvimento  da Saúde Pública no Portugal Oitocentista [ The Portuguese Public Health Development in XIX Century ]   

16. A Reforma da Saúde Pública no Virar do Século  XIX   [ The 1899-1901 Portuguese Public Health Refom ]   

181. O desenvolvimento embrionário de sistemas de protecção social   [ The origins of  Welfare State ]

183. Prevenção e controlo das doenças  transmissíveis [  Prevention and control of communicable diseases ]

11.2. Hospitais, Misericórdias e Outros Estabelecimentos Assistenciais até ao Séc. XIX

58. História das Misericórdias Portuguesas. Parte I   [ History of the Portuguese Holy Houses of Charity. Part One ]   

70. História das Misericórdias Portuguesas. Parte II   [ History of the  Portuguese  Holy Houses of Charity. Part  Two ]   

148. História das Misericórdias Portuguesas. Parte III   [ History of the  Portuguese  Holy Houses of Charity. Part  Three]   

59. O Hospital Real de Todos os Santos. I Parte   [ The Royal Hospital of All the Saints. Part One ]   

60. O Hospital Real de Todos os Santos. II Parte   [ The Royal Hospital of All the Saints. Part  Two ]   

71. Hospitais e Outros Estabelecimentos Assistenciais até ao Final do Século XV   [ Portuguese Hospitals and Other Health-Related Services until the End of XV Century ]   

78. Administração hospitalar: da laicização à profissionalização  [ Hospital administration: from occupation to profession]

84. O Hospital Tradicional Português: Um Locus Religiosus et Infectus. I Parte  [ The Portuguese Traditional Hospital as a 'Locus Religiosus et Infectus' . Part One ]   

113. Proto-história do hospital: os asclepions dos gregos e os valetudinaria dos romanos [  Protohistoruy of the hospital:  the legacy of  Greek and Roman art of healing]

115. O Hospital Tradicional Português: Um Locus Religiosus et Infectus. II Parte  [ The Portuguese Traditional Hospital as a 'Locus Religiosus et Infectus' . Part Two ]   

82. O Hospital do Ancien Régime como Lugar de Passagem da Elite Médica   [ The  Ancien  Régime  Hospital and the Medical Elite]   

83. O Sistema Hospitalar Francês desde o  Fim do Ancien Régime até 1848  [ The French Hospitals Since the End of The Ancien Régime until 1848 ]   

143. Hospitais e Misericórdias durante o Estado Novo   [  Hospitals and Charities during Salazar's Dictatorship

144. O Hospital como Expressão Institucional da Caridade Cristã [ Medieval Hospital as the Institutional Expression of Christian Charity ]

145. Proto-história do ensino e da prática da medicinaProtohistory of medical education and practice]

146. O hospital do Ancien Régime como instituição totalitária e instrumento de controlo social [Ancien Régime hospital as a  total institution and an instrument of social control ]

176. A emergência da hospitalização psiquiátrica em Portugal (1848-1971)  [ Hospitals and psychiatry in Portugal (1848-1971) ]

177. Portugal: Estrutura liberal da medicina hospitalar até 1971  [ Portugal: Profession of medicine and hospitals until 1971  ]

12.3. Sistemas, Políticas e Serviços de Saúde

85. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (I Parte). Introdução: O Hospital como um Construído Social   [The History of Hospitals, Part I. Introduction: The Social Construction ]

93. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (II Parte): As Mudanças Estruturais do Hospital [The History of Hospitals, Part II. The Structural Changes of the Hospital ]

87. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (III Parte). Europa: O Sistema Tradicional l (desde a Idade Média até Meados do Séc. XIX) [The History of Hospitals, Part III. Europe: The Traditional System (since the Medieval Times until 1850) ]

86. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (IV Parte). Portugal: O Sistema Tradicional (1096-1867) [The History of Hospitals, Part IV. Portugal: The Traditional System (1096-1867) ]

88. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (V Parte). Europa:  O Sistema Profissional Liberal (1850-1945) [The History of Hospitals, Part V. Europe: The Liberal Professional System (1850-1945) ]

89. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VI  Parte): Portugal: O Sistema Profissional Liberal (1867-1971) [The History of Hospitals, Part VI. Portugal: The Liberal Professional System (1867-1971) ]

90. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VII Parte).  Europa:  O Sistema Técnico  (a partir de 1945) [The History of Hospitals, Part V.II Europe The Technical System (after II World War) ]

91. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VIII Parte): Portugal: O Sistema Técnico (desde 1971) [The History of Hospitals, Part VIII. Portugal: The Technical  System (since 1971) ]

92. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica. Conclusão  [The History of Hospitals: Conclusion ]

106. Proto-história da Administração Hospitalar [ The Origins of the Health Services Management ]

95. O Colapso Financeiro do Hospital de Há 100 Anos   [The Finantial Crisis of the Hospital 100 Years Ago ]

96. Função Supletiva do Estado no Domínio da Saúde até à II Guerra Mundial  [The Liberal State and the Healh Care ]

94. Arquitectura e Engenharia Hospitalares no Início do Séc. XX   [Hospital Arquitecture and Engineering 100 Years Ago ]

100. Assistência Pública e Filantropismo Privado no Séc. XIX  [ Public Assistance and Private Charity (Portugal, XIX Century) ]

104. O Progresso das Ciências e Técnicas Biomédicas na II Metade do Séc. XIX  [ The XIX Century Scientific Revolution in Medicine  ]

99. O Hospital Gerido como uma Empresa  [The Corporate Management of the Hospital ]

105. Profissões de Saúde: Especialização Técnica, Diferenciação Social   [ Health Professions: Technical and Social Division of Labour  ]

178. A vida de um médico português na Belle Époque [ Portuguese doctor's life during the Belle Époque ]

180. A política velha do Estado Novo  em matéria de saúde Health policy during Salazar´s Regime ]

181. O desenvolvimento embrionário de sistemas de protecção social   [ The origins of  Welfare State ]

182.  A industrialização farmacêutica  [ The Pharmaceutical Industrialization]

183. Prevenção e controlo das doenças  transmissíveis [  Prevention and control of communicable diseases ]

 

Topo

12

Stresse e Satisfação Profissional nas Profissões de Saúde [ Job Stress and Satisfaction among Health Care Professionals

 

26. Satisfação Profissional: O Melhor do SNS Somos Nós  [ Job Satisfaction and Human Capital in the Portuguese National Health Service ]   

27. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte I  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction.    Part I ]   

35. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte II   [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction . Parte II ]   

36. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte III  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction. Part III ]   

37. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte IV  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction. Part IV ]   

47. Quando a Saúde dos Médicos Tem  um Preço. Parte I  [ Physicians' Compensation Benefits . Part One ]  

68. Quando a Saúde dos Médicos Tem um Preço. Parte II  [ Physicians' Compensation Benefits . Part Two ]  

102. A Arte Médica no Feminino por Graça e Mercê d' El-Rei   [ Women and the Profession of Medicine ]

61. Diferenciação Socioeconómica dos Praticantes da Arte Médica até ao Século XIX   [ Social and Economic Stratification among Health Professionals until the XIX Century ]   

103. Físicos, Cirurgiões, Barbeiros, Parteiras e Outros Praticantes de Artes Médicas: uma História mais de Pudor do que de Poder [ Power, Pudency and Medicine ]

104. O Progresso das Ciências e Técnicas Biomédicas na II Metade do Séc. XIX  [ The XIX Century Scientific Revolution in Medicine  ]

105. Profissões de Saúde: Especialização Técnica, Diferenciação Social   [ Health Professions: Technical and Social Division of Labour  ]

101. Médicos, os Mal-Amados ? A  Greve Self-Service e o Risco de Usura Mediática do SIM  [ Medical Doctors on Strike ]  

Topo

13

Factores Psicossociais no Trabalho [ Psycho-social Factors at Work ]

 

 

  188.  Factores de risco psicossocial no trabalho: assédio moral e outras formas de violência [ Psycho-social factors at work: harrassement and violence   ]

 

Topo

 

14

Textos mais recentes [The latest papers]

 

 

184.  Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. I PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  One ]

185. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. II  PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Two ]

186. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. III PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Three ]

187. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. IV PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Four ]

  188.  Factores de risco psicossocial no trabalho: assédio moral e outras formas de violência [ Psycho-social factors at work: harrassement and violence   ]

189. Glossário de termos científicos e técnicos no domínio da Saúde e Segurança do Trabalho [  Scientific and technical glossary on Occupational Health and Safety    ]

190. Saúde no trabalho e estratégia de desenvolvimento dos recursos humanos Health at work and strategic development of human resources ]

191. A importância da gestão em saúde Emphasizing health managing ]

192. A Protecção e a Promoção da Saúde dos Trabalhadores: Desafios e Oportunidades  em Portugal e na Europa  Protecting and Promoting  Health at Work: Challenges and Opportunities for Portugal and Europe ]

 

Topo

 

15

Lista dos Textos por Ordem Numérica [ Papers listed by number order ]: 1-100

 

1. A Saúde Pública e a Saúde Ocupacional na Internet  [ WEB Sites on  Occupational and Public Health ]

2. Higia e Panaceia: Da Arte de Curar a Doença à Arte de Conservar a Saúde  [ Hygia and Panacea: from the Art of Healing to the Art of Health Promotion ]    

3. O Médico de Família e a Saúde da População Trabalhadora   [ National Health Service Family Doctors and the Working Population Health ]

4. Do Trabalhador 'Descartável' ao Cidadão no Trabalho  [ 'Disposable' Workers or Citizens at Workplace? ]

5. A Promoção da Saúde e o 'Blaming the Victim' [ When Health Promotion Means Blaming the Victim ]

6. Qualidade e Condições de Trabalho  [ Quality and Working Conditions ]

7. Da Velha Medicina do Trabalho à Nova Saúde Ocupacional  [ From the Old Industrial Medicine to the New Occupational Health ]

8. Medicina do Desemprego  [ Unemployment Medicine ]

9. As PME em Portugal e na União Europeia  [ SMEs in Portugal and the European Union ]

10. Saúde, Trabalho e Empregabilidade  [ Health, Work and Employability ]     

11. O Processo de Adoecer, Faltar e Regressar ao Trabalho  [ The Process of Becoming Ill, Leaving from and Returning to Work ]   

 12. Trabalho e Saúde na União Europeia: Desafios e Oportunidades para a Agenda de I & D no Virar do Milénio  [ Work and Health in the European Union: Challenges and Opportunities for the New Millenium I & D Agenda

13.  "Vale Mais um Ano de Tarimba que Dez de Coimbra"  [ Portuguese Sayings About Medical Teaching and  Practice in the Old Age ]   

14.  História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.3.  Proto-História do Direito do Trabalho: 1867-1910  [ History of Occupational Health and Safety: 1.3. The Birth of the Portuguese Labour Law : 1867-1910 ]  

15. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.2. O   Embrionário Desenvolvimento  da Saúde Pública no Portugal Oitocentista [ History of Occupational Health and Safety: 1.2  The Portuguese Public Health Development in XIX Century ]   

16. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.1.   Reforma da Saúde Pública no Virar do Século  XIX   [ History of Occupational Health and Safety: 2.1.The 1899-1901 Portuguese Public Health Refom ]   

17. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 3.2. Industrialismo e 'Estado Social' (1959-1974)  [  History of Occupational Health and Safety:  3.2. Industrialism and 'Social State' (Portugal, 1959-1974) ]   

18. Notas sobre a Evolução do Ensino e da Prática da Medicina do Trabalho em Portugal  [ Occupational Medicine in Portugal: Changing Patterns in Teaching and Practice until the End of 1980 ]   

19. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte III    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Three]

20. O Direito de Recusar ou Suspender o Trabalho  em Caso de Perigo Grave e Iminente  [ The Rigth to Refuse or Suspend Work in Case of Danger ]   

21. Saúde e Estilos de Vida nos Provérbios Populares [ Health and Life Styles According to the Portuguese Proverbs ]

22. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 4. O   Pós-25 de Abril de 1974:  Democratização, Integração Europeia e 'Aggionarmento' da Legislação sobre SH&ST   [ History of Occupational Health and Safety:  4. The Post 25-April 1974 Portugal: Updating OSH Laws ]   

23. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 1.1. Repressão, Assistência Pública e Capitalismo Liberal: O Contexto Europeu  [ History of Occupational Health and Safety: 1.1. Repression, Public Assistance and Liberal Capitalism: The European Background ]   

24.  Industrialização, Saúde Pública e Controlo Social na Inglaterra do Séc. XIX   [ Industrial Revolution, Public Health and Social Control in the XIX Century England ]   

25. Europa: Uma Tradição de Protecção Social dos Trabalhadores. I Parte: O Nascimento da Inspecção do Trabalho  [ Workers' Social Protection in Europe: A Historical Tradition. Part One: The Birth of Labor Inspectorate ]   

26. Satisfação Profissional: O Melhor do SNS Somos Nós  [ Job Satisfaction and Human Capital in the Portuguese National Health Service ]   

27. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte I  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction.    Part I ]   

28. História  da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.3. A Tardia e Inconsequente Legislação Social da República  [ History of Occupational Health and Safety: 2.3. Social Legislation during the First Republic, Portugal: 1910-1926

29. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 2.  Período de 1890-1926: A Modernização Falhada  [ History of Occupational Health and Safety: 2. A Lost Opportunity for Modernization: Portugal, 1890-1926 ]

30. História da Saúde e Segurança no Trabalho: 3. O período de 1926-1974: A Modernização Bloqueada. 3.1. Nacionalismo e Corporativismo: 1926-1958  [ History of Occupational Health and Safety: 3. Portugal, 1926-1974: The Blocked Modernization Process. 3.1. Nationalism and Corporativism, 1926-1958 ]      

31. Europa: Uma Tradição de Protecção Social dos Trabalhadores. II Parte: O Nascimento da Medicina do Trabalho   [ Workers' Social Protection in Europe: A Historical Tradition. Part Two: The Birth of Occupational Medicine ]   

32. The Luxembourg Declaration on Workplace Health Promotion  in the EU (1997)   [   A Declaração do Luxemburgo sobre a Promoção da Saúde no Local de Trabalho na União Europeia, 1997 ]  

33. Saúde e Terror no Antigo Regime    [ Health and Terror during the 'Ancién Régime'  ]   

34. Mercator Ergo Pestiferus    [ Mercator Ergo Pestiferus ]  

35. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte II   [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction . Parte II ]   

36. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte III  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction. Part III ]   

37. Satisfação Profissional dos Médicos de Família no SNS. Parte IV  [ Portuguese Family Doctors' Job Satisfaction. Part IV ]   

38. Trabalho e Saúde em  Portugal e na União Europeia. Parte I  [ Work and Health in Portugal and the European Union. Part One ]   

39. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte II  [ Work and Health in Portugal and the European  Union. Part Two ]   

40. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte III  [ Work and Health in Portugal and the European Union.Part Three ]   

41. Trabalho e Saúde em   Portugal e na União Europeia. Parte IV  [ Work and Health in Portugal and the European Union. Part Four ]  

42. Quanto Custa a Protecção da Saúde no Trabalho ? Parte I  [ How Much Does Cost the Workers' Health Protection?  Part One ]   

43. Quanto Custa a Protecção da Saúde no Trabalho ? Parte II  [ How Much Does Cost the Workers' Health Protection? Part Two ]  

44. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte I    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part One]   

45. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte I    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part One ]

46. Medicina do Trabalho e Saúde dos Trabalhadores. Parte  II    [ Occupational Medicine and Workers' Health. Part Two ]

47. Quando a Saúde dos Médicos Tem  um Preço. Parte I  [ Physicians' Compensation Benefits . Part One ]  

48. La Salute Non Si Paga   [ A Saúde Não Tem Preço ]  

49. The European Network for Workplace Health Promotion (ENWHP)    [ A Rede Europeia para a Promoção da Saúde no Local de Trabalho (REPSLT) ]   

50. A Certificação dos Serviços e dos Profissionais de SH&ST na Holanda e em Portugal    [ Certified OSH Services and Satff in the Netherlands and Portugal ]   

51. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte I   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part One ]   

52. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte II [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Two ]   

53. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte III [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Three ]   

54. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte IV  [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part  Four ]   

55. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte  V   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Five ]   

56. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte VI   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Six ]   

57. A Participação dos Trabalhadores Portugueses no Domínio da Saúde e Segurança no Trabalho. Parte VII   [ Portuguese Workers' Participation in the Field of Occupational Health and Safety. Part Seven ]   

58. História das Misericórdias Portuguesas. Parte I   [ History of the Portuguese Holy Houses of Charity. Part One ]   

59. O Hospital Real de Todos os Santos. I Parte   [ The Royal Hospital of All the Saints. Part One ]   

60. O Hospital Real de Todos os Santos. II Parte   [ The Royal Hospital of All the Saints. Part  Two ]   

61. Diferenciação Socioeconómica dos Praticantes da Arte Médica até ao Século XIX   [ Social and Economic Stratification among Health Professionals until the XIX Century ]   

62. Evolução da Prática e do Ensino da Enfermagem em Portugal   [ The Practice and The Teaching of Nursing in Portugal during the XX Century ]   

63. Florence Nightingale e Ethel Fenwick: Da Ocupação à Profissão de Enfermagem  [  Florence Nightingale and Ethel Fenwick: From Occupational to Profession in  Nursing ]   

64. Proto-história da Enfermagem em Portugal. Parte I   [  History of Portuguese Nursing. Part One ]   

65. Proto-história da Enfermagem em Portugal. Parte II   [  History of Portuguese Nursing. Part Two ]   

66. Reforma Pombalina dos Estudos Médicos em 1772  [ Reformation of Medical Teaching under Pombal's Government  in 1772 ]  

67. Irmãos e Irmãs da Caridade: os Primórdios da Enfermagem na Europa   [ History of European Nursing: the Sisters of Charity ]

68. Quando a Saúde dos Médicos Tem um Preço. Parte II  [ Physicians' Compensation Benefits . Part Two ]  

69. A Valorização Técnica e Social da Cirurgia durante o Antigo Regime  [ Surgeons' Higher Technical and Social Status during the 'Ancien Régime' ]  

70. História das Misericórdias Portuguesas. Parte II   [ History of the  Portuguese  Holy Houses of Charity. Part  Two ]   

71. Hospitais e Outros Estabelecimentos Assistenciais até ao Final do Século XV   [ Portuguese Hospitals and Other Health-Related Services until the End of XV Century ]   

72. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 1 Introdução  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 1. Introduction ]   

73. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte I: ' Muita Saúde, Pouca Vida porque Deus não Dá Tudo'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part One  ]   

74. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte II: ' Deus Cura os Doentes e o Médico Recebe o Dinheiro'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Two ]   

75. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte III: 'Em Lisboa nem Sangria Má nem Purga Boa '  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Three ]   

76. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte IV:  'Não Provam Bem as Senhoras que se Metem a Doutoras '  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Four]

77. Representações Sociais da Saúde, da Doença e dos Praticantes da Arte Médica. Parte V:  'Pés Quentes, Cabeça Fria, Cu Aberto, Boa Urina - Merda para a Medicina'  [Portuguese Sayings about Health and Health Care. Part Five ]  

78.  Xornadas Hispano-Lusas de Medicina do Traballo (Santiago de Compostela, 1992)  [ Spanish-Portuguese Meeting on Occupational Medicine Santiago de Compostela, 1992 ]   

78. Administração hospitalar: da laicização á profissionalização  [ Hospital administration: from occupation to profession]

79.  História da Saúde e Segurança no   Trabalho: 2.2. A  Situação do Operariado no Final da Monarquia  [ History of Occupational Health and Safety: 2.2. The Portuguese Working-Class Condition in 1909]   

79.  A Situação do Operariado no Final da Monarquia. Parte II  [ The Portuguese Working-Class Condition in 1909 . Part Two ]  

80. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 2. A PST, Segundo a Perspectiva Norte-Americana; 2.1. Os 'Wellness Programs'  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 2. WHP According to USA Approach; 2.1. The Wellness Programs ]   

81. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?  2.2. Os 'Employee Assistance  Programs' e as 'Drug Screening Initiatives' s  [  Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.2. The Employee Assistance Programs and the Drug Screening Iniatiatives ]   

82. O Hospital do Ancien Régime como Lugar de Passagem da Elite Médica   [ The  Ancien  Régime  Hospital and the Medical Elite]   

83. O Sistema Hospitalar Francês desde o  Fim do Ancien Régime até 1848  [ The French Hospitals Since the End of The Ancien Régime until 1848 ]   

84. O Hospital Tradicional Português: Um Locus Religiosus et Infectus. I Parte  [ The Portuguese Traditional Hospital as a 'Locus Religiosus et Infectus' . Part One ]   

85. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (I Parte). Introdução: O Hospital como um Construído Social   [The History of Hospitals, Part I. Introduction: The Social Construction ]

86. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (IV Parte). Portugal: O Sistema Tradicional (1096-1867) [The History of Hospitals, Part IV. Portugal: The Traditional System (1096-1867) ]

87. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (III Parte). Europa: O Sistema Tradicional l (desde a Idade Média até Meados do Séc. XIX) [The History of Hospitals, Part III. Europe: The Traditional System (since the Medieval Times until 1850) ]

88. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (V Parte). Europa:  O Sistema Profissional Liberal (1850-1945) [The History of Hospitals, Part V. Europe: The Liberal Professional System (1850-1945) ]

89. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VI  Parte): Portugal: O Sistema Profissional Liberal (1867-1971) [The History of Hospitals, Part VI. Portugal: The Liberal Professional System (1867-1971) ]

90. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VII Parte).  Europa:  O Sistema Técnico  (a partir de 1945) [The History of Hospitals, Part V.II Europe The Technical System (after II World War) ]

91. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (VIII Parte): Portugal: O Sistema Técnico (desde 1971) [The History of Hospitals, Part VIII. Portugal: The Technical  System (since 1971) ]

92. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica. Conclusão  [The History of Hospitals: Conclusion ]

93. Evolução do Sistema Hospitalar: Uma Perspectiva Sociológica (II Parte): As Mudanças Estruturais do Hospital [The History of Hospitals, Part II. The Structural Changes of the Hospital ]

94. Arquitectura e Engenharia Hospitalares no Início do Séc. XX   [Hospital Arquitecture and Engineering 100 Years Ago ]

95. O Colapso Financeiro do Hospital de Há 100 Anos   [The Finantial Crisis of the Hospital 100 Years Ago ]

96. Função Supletiva do Estado no Domínio da Saúde até à II Guerra Mundial  [The Liberal State and the Healh Care

97. O Ensino e a Prática da Medicina em Portugal no Séc. XIX  [The Medical Education and Practice in the XIX Century ]

98. A Medicina Pré-Industrial: O Acto Médico Indivisível  [The Profession of Medicine ]

99. O Hospital Gerido como uma Empresa  [The Corporate Management of the Hospital ]

100. Assistência Pública e Filantropismo Privado no Séc. XIX  [ Public Assistance and Private Charity (Portugal, XIX Century) ]

  

191. Graça, L. (2005) -  A importância da gestão em saúde 

16

Lista dos Textos por Ordem Numérica [ Papers listed by number order ]: 101-200

  101. Médicos, os Mal-Amados ? A  Greve Self-Service e o Risco de Usura Mediática do SIM  [ Medical Doctors on Strike ]  

102. A Arte Médica no Feminino por Graça e Mercê d' El-Rei   [ Women and the Profession of Medicine ]

103. Físicos, Cirurgiões, Barbeiros, Parteiras e Outros Praticantes de Artes Médicas: uma História mais de Pudor do que de Poder [ Power, Pudency and Medicine ]

104. O Progresso das Ciências e Técnicas Biomédicas na II Metade do Séc. XIX  [ The XIX Century Scientific Revolution in Medicine  ]

105. Profissões de Saúde: Especialização Técnica, Diferenciação Social   [ Health Professions: Technical and Social Division of Labour  ]

106. Proto-história da Administração Hospitalar [ The Origins of the Health Services Management ]

107. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte I   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part One ]

108. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte V   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Five ]

109. Cooperação com Angola no campo da formação em saúde pública  [ Cooperation with Angola in the field of public health training ]

110. Sistema Local de Saúde  [ Local  Health System ]

 111. Competitividade, Emprego, Desenvolvimento e Saúde no Trabalho   [ Competitiveness, Employment, Development and Heralth at Work]   

112. Os "riscos emergentes" e a necessidade de uma abordagem integrada e inovadora da saúde e segurança no trabalho  [ The "emerging risks" and the need for a new, integrated, innovative approach to occupational health and safety]

113. Proto-história do hospital: os asclepions dos gregos e os valetudinaria dos romanos [  Protohistoruy of the hospital:  the legacy of  Greek and Roman art of healing]

114. Concertação Social, Modernização e Saúde no Trabalho   [ Social Agreement, Modernization and Health at Work ]   

115. O Hospital Tradicional Português: Um Locus Religiosus et Infectus. II Parte  [ The Portuguese Traditional Hospital as a 'Locus Religiosus et Infectus' . Part Two ]   

116. Saúde para Todos os Portugueses   [ Health for All the Portuguese People ]   

117. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 2.  Comissões de Segurança, Higiene e Saúde  no Trabalho  [ Workers' TRepresentatives: 2. OSH Committees ]   

118. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 1.  Comissões de Trabalhadores  [ Workers' Representatives: 1. Work Councils ]   

119. Órgãos Representativos dos Trabalhadores (ORT): 3.  Delegados e Comissões Sindicais  [ Workers' TRepresentatives: 3. Trade Unions' Delegates ]   

120. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte II   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Two ]

121. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte III   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part Three ]

122. Serviços de Saúde e Segurança no Trabalho em Portugal e na UE. Parte IV   [Occupational  Safety and Health Services in Portugal and EU. Part  Four ]

123. O Caso da  Fábrica da Volvo em Uddevala (Suécia). Parte II    [ Volvo Automobile Assembly Plant at Uddevalla, Sweden. Part Two]   

124. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?  2.3. EUA: A natureza e a frequência dos programas de PST [ Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 2.3.  USA: Natrure and frequency of WHP Programmes ]

125. Políticas de saúde e segurança do trabalho. Estudos de caso portugueses. Conclusões   [OSH policies. Portuguese case studies.  Conclusions ]

127.A Escola: Um Construído Social. I ParteThe School As A Social Construction.Part One ]  

 128. A Escola: Um Construído Social. II ParteThe School As A Social Construction.. Part  Two ]   

129. A Declaração de Lisboa sobre a Saúde no Trabalho nas PME  [ Lisbon Statement on  Workplace Health in SMEs  ]

130. Medicalização, Gestão e Promoção da Saúde noTrabalho: O que resta da equipa de saúde? [ Medicalisation, management and workplace health promotion: Whta role the health team ? ]

131. Portugal: Promoting health at work and improving employability of disable workers. An example of good practice. [Portugal: Promover a saúde e melhorar a empregabilidade dos trabalhadores com incapacidade de longa duração. Um exemplo de boas práticas ]

132. O absentismo na perspectiva da  promoção da saúde no trabalho:  Experiências portuguesas  [ From sick leave  prevention to workplace health promotion: Portuguese lessons ]

133. Iniciativas para reduzir e prevenir o absentismo laboral: Resumo  [Initiatives for reducing and preventing workplace absenteeism: Summary ]

134. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 3. A PST, segundo a Perspectiva Europeia;  3.3. Uma Tradição Histórica no Domínio da SH&ST   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 3. WHP, According to an European Approach; 3.3. An Historical Tradition in the OSH Field ]

135. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?    2.6. O Contexto Teórico e Societal da PST   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.  2.6. The  Theoretical  and Social Context]

136. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?   2.6.4.  A Construção de uma Nova Ética do Trabalho    [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.  2.6.4. The  New  Corporate Health Ethic ]

 137. Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?   2.7.   Custos e benefícios da PST    [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.7. WHP Costs and Benefits  ]

138. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work.Part One    [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. I Parte ]

139.  Um Projecto de Formação em Promoção da Saúde no Trabalho    [ Workplace Health Promotion : a  specification for training ]

141. Ethel Fenwick: O combate pela profissionalização da enfermagem na Grã-Bretanha e no resto do mundo [ Ethel Fenwick:  The struggle for the Registered Nurse in Britain and Worldwide]

142. História da Saúde e Segurança no Trabalho:  Introdução [ History of Occupational Health and Safety: Introduction ]   

143. Hospitais e Misericórdias durante o Estado Novo   [  Hospitals and Charities during Salazar's Dictatorship

144. O Hospital como Expressão Institucional da Caridade Cristã [ Medieval Hospital as the Institutional Expression of Christian Charity ]

145. Proto-história do ensino e da prática da medicinaProtohistory of medical education and practice]

146. O hospital do Ancien Régime como instituição totalitária e instrumento de controlo social [Ancien Régime hospital as a  total institution and an instrument of social control ]

147. Absentismo e stresse no trabalho [ Absenteeism and stress at work ]   

148. História das Misericórdias Portuguesas. Parte III   [ History of the  Portuguese  Holy Houses of Charity. Part  Three]   

149. A Saúde Pública e os Ganhos em Saúde    [ Public Health and Health Gains ]   

150. A autopercepção do estado de saúde da população trabalhadora  [Portuguese working population's self perceived health state ]

151. Baixa por doença e incapacidade temporária para o trabalho durante a década de 1990  (I parte) [ Sick-leave and temporary incapacity for work. Portugal (1990-1998) , Part One]

152. Matching the training specification on workplace health promotion to local contexts: a Portuguese example [  Projecto de formação em promoção da saúde no local de trabalho: uma aplicação portuguesa ]

153. A public health problem: Ill-health and workplace absenteeism [Um problema de saúde pública: O absentismo por incapacidade para o trabalho]

154. Absentismo global e específico: Alguns problemas teórico-metodológicos  [Some theoretical and methodological problems concerning the study of workplace absenteeism ]

155. Baixa por doença e incapacidade temporária para o trabalho durante a década de 1990  (II parte) [ Sick-leave and temporary incapacity for work . Portugal (1990-1998), Part Two]

157. Círculos de Saúde e Outras Formas de Participação Directa dos Trabalhadores    no Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho [ Health Circles and Other Direct Participation Form in the OSH  Management System ]

158. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte I  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part One]

159. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte II [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Two]

160. Relatório Anual da Actividade dos Serviços de SH&ST. Parte III  [ Corporate Annual Report on  OSH  Management System. Part Three ]

161. A Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ? 4. Conclusão [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine. 4. Conclusion  ]

162. A  Promoção da Saúde no Trabalho: A Nova Saúde Ocupacional ?    2.5. Alguns Exemplos de Programas de PST nos EUA   [Workplace Health Promotion: Challenging the Occupational Medicine.   2.5. USA:  Some WHP Programmes ]

163.  Consumo de tabaco na população activa portuguesa: alguns dados do Inquérito Nacional de Saúde 1998/99 [ Tobacco smoking among Portuguese working population:  Some data from the  1998/99 National Health Survey  ]

164. Novas formas de organização do trabalho. Parte I [ New forms of work organisation. Part one  ]

165. Novas formas de organização do trabalho. Parte II [ New forms of work organisation. Part two  ]

166. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part Two   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte II ]

167. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part Three   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte III ]

168. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Part IV   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Parte IV]

169. Portuguese Small and Medium-Sized Enterprises and Health at Work .Summary   [ Portugal: As PME e a Saúde no Trabalho. Resumo ]

170. Política(s) de saúde no trabalho:  um inquérito sociológico às empresas portuguesas: resumo  [ Health at work policies: a sociological inquiry into Portuguese corporations: abstract ]  

172. Política(s) de saúde no trabalho:  um inquérito sociológico às empresas portuguesas: conclusões e recomendações [ Health at work policies: a sociological inquiry into Portuguese corporations: conclusions and recommendations]  

173. A arte da enfermagem no Séc. XVIII  [  The art of nursing in XVIII century]   

174. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. I Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat One]

175. Cobertura da População Trabalhadora Portuguesa por Serviços de Saúde e Segurança do Trabalho. II Parte [ Portuguese Working Population Covered by  OSH Services. Prat Two ]

176. A emergência da hospitalização psiquiátrica em Portugal (1848-1971)  [ Hospitals and psychiatry in Portugal (1848-1971) ]

177. Portugal: Estrutura liberal da medicina hospitalar até 1971  [ Portugal: Profession of medicine and hospitals until 1971  ]

178. A vida de um médico português na Belle Époque [ Portuguese doctor's life during the Belle Époque ]

180. A política velha do Estado Novo   em matéria de saúde Health policy during Salazar´s Regime ]

181. O desenvolvimento embrionário de sistemas de protecção social   [ The origins of  Welfare

181. O desenvolvimento embrionário de sistemas de protecção social   [ The origins of  Welfare State ]

182.  A industrialização farmacêutica  [ The Pharmaceutical Industrialization]

183. Prevenção e controlo das doenças  transmissíveis [  Prevention and control of communicable diseases ]

184.  Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. I PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  One ]

185. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. II  PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Two ]

186. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. III PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Three ]

187. Políticas de Saúde e Segurança do Trabalho: Caso A - A 'Jóia da Coroa' do Sector Mineiro. IV PartePortuguese OSH Policies: Case A - A Mining Company . Part  Four ]

 188.  Factores de risco psicossocial no trabalho: assédio moral e outras formas de violência [ Psycho-social factors at work: harrassement and violence   ]

189. Glossário de termos científicos e técnicos no domínio da Saúde e Segurança do Trabalho [  Scientific and technical glossary on Occupational Health and Safety    ]

190. Saúde no trabalho e estratégia de desenvolvimento dos recursos humanos Health at work and strategic development of human resources ]

191. A importância da gestão em saúde Emphasizing health managing ]  

192. A Protecção e a Promoção da Saúde dos Trabalhadores: Desafios e Oportunidades  em Portugal e na Europa  Protecting and Promoting  Health at Work: Challenges and Opportunities for Portugal and Europe ]

 

 

Última actualização:  22 de Novembro  de 2006  / Last update: November 22,  2006  

© Luís Graça (1999-2006) .  E-mail: luis.graca@ensp.unl.pt

|    index   |  textos_papers  |  links   |    forum    |   pst_whp   |

|    dados_data   |  historia_history   |   citações _quotations   |    antologia_anthology   |   cvitae  |

| guiné_guerracolonial|