Projectos

Projectos de Investigação

Literacia em Saúde, Promoção da Saúde e Coesão Social em Populações Migrantes

Projeto em destaque ENSP

Ficha de projeto

Duração:
2020 – …

Investigadores Responsáveis:
Sónia Dias e Adalberto Campos Fernandes

Sobre o Projeto:

A literacia em saúde é um recurso fundamental para a prevenção e diminuição dos riscos para várias doenças não transmissíveis (DNTs) e para a otimização do acesso e envolvimento das populações nos cuidados de saúde. Embora a grande maioria da população tenha geralmente um bom estado de saúde, algumas populações migrantes, em maior desvantagem social, enfrentam riscos acrescidos para DNTs associados a condições de vida e socioeconómicas desfavorecidas, que dificultam a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis, bem como barreiras no acesso aos serviços de saúde.

Este projeto visa contribuir de uma forma inovadora para a prevenção das DNTs em populações migrantes através da abordagem de otimização da literacia e do acesso em saúde (Ophelia), da promoção da saúde e da coesão social. Com uma abordagem participativa de base comunitária, o projeto desenvolve-se em três grandes fases: 1) caracterização do nível de literacia em saúde de populações migrantes, levantamento de necessidades e identificação de fatores de risco e protetores para DNTs, bem como de barreiras à prevenção, 2) co-desenho de intervenções culturalmente adaptadas com as comunidades e stakeholders, e 3) implementação e avaliação destas intervenções.

Este projeto, que conta com o apoio da Organização Mundial da Saúde, procura contribuir para o aumento da literacia em saúde, a promoção do empowerment e a adoção de comportamentos promotores de saúde em comunidades migrantes, bem como para o fortalecimento da capacidade de resposta das organizações e o desenvolvimento de políticas e ações com vista à redução das desigualdades sociais e a ganhos em saúde na sociedade em geral.

Consórcio de parceiros:
Fundação Calouste Gulbenkian, Alto Comissariado para as Migrações, Câmara Municipal de Lisboa, Novartis, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Aga Khan Development Network, Swinburne University of Technology, Boston University