Pós-Graduações

Gestão de Projetos em Saúde

ENSP-NOVA

missão

O Curso de Pós-graduação em Gestão de Projetos em Saúde tem como missão preparar especialistas de gestão de projetos, capazes de aplicar os princípios da disciplina, o corpo de conhecimentos, ferramentas e técnicas preconizados nos referenciais, e de exercer as competências necessárias para gerir projetos de complexidade distinta com sucesso.

 

Abordagem

Com grande enfoque em estudos de caso da saúde pública, os alunos irão conhecer as especificidades do setor, desenvolver o pensamento crítico, estratégias de maximização de oportunidades e minimização de riscos, e exercitar as competências relevantes para a liderança de projetos neste setting específico.

Para além de hard skills, será trabalhado durante o programa um conjunto alargado de soft skills, estratégias e técnicas de comunicação assertiva para uma grande variedade de contextos e audiências.

Ao longo do curso, os participantes irão contactar com reputados académicos, gestores de projeto, gestores de programas e de portfólio, responsáveis de gabinetes de suporte à gestão de projetos, irão conhecer as dinâmicas das organizações tradicionais e das orientadas a projetos e compreender os desafios da gestão de projetos no setor da saúde. Irão aprender com reputados professores da Escola - peritos nas suas áreas - e com um grupo alargado de oradores com elevada experiência em gestão de projetos e portfólios. No âmbito das parcerias formalizadas com empresas, associações e fundações terão ainda acesso a uma rede de mentores que irão acompanhar os projetos finais de curso.

O curso está estruturado de modo a proporcionar aos alunos uma formação avançada em gestão de projetos, construída a partir da melhor evidência disponível, estando fortemente suportado em metodologias práticas, que permitem aos estudantes com diferentes graus de experiência aufiram de oportunidades dinâmicas para exercitar e aplicar os conhecimentos adquiridos durante o programa.

 

O curso está organizado de forma a que os alunos que o desejem se possam candidatar à certificação IPMA/APOGEP em gestão de projetos na categoria de Certified Project Management Associate.

 

destinatários

Este curso é essencial para pessoas envolvidas em trabalho de projeto no setor público, privado e social, incluindo, mas não se restringindo aos seguintes grupos:

  • Profissionais de saúde, engenheiros, programadores, técnicos superiores, , empreendedores, gestores, membros de gabinetes de projeto, que integrem ou pretendam integrar equipas de projeto, que exerçam ou pretendam exercer o cargo de gestor de projeto ou a direção de projetos;
  • Consultores e gestores de projeto;
  • Responsáveis de gabinetes de suporte à gestão de projetos;
  • Indivíduos a trabalhar em áreas de projeto das ONG’s a operar no setor da saúde e economia social;
  • Gestores de áreas associadas à segurança do doente, qualidade em saúde, gestão do risco clínico e ensaios clínicos.
  • Investigadores, académicos.

 

ESPECIALIZAÇÕES

  • Gestão de Projetos de Software

Os alunos irão aprender programação em ambiente low-code, a opção ideal para quem não é programador ou engenheiro e não tem experiência ou conhecimentos em programação.

Com recurso à programação em blocos, os alunos irão desenvolver soluções simples tais como páginas web ou apps.

  • Gestão de Projetos de Sustentabilidade

Os alunos irão aprender a analisar o impacto de projetos e negócios no meio ambiente, na economia e na sociedade; a diagnosticar e implementar projetos de inovação decorrentes da Agenda 2030 definida pelos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e a reconhecer a importância de uma gestão sustentável de recursos, ao longo do ciclo de vida de um projeto, nomeadamente, através dos princípios de economia circular.

  • Gestão de Projetos Internacionais

Os alunos irão contactar com entidades dedicadas à cooperação para o desenvolvimento internacional, compreender as especificidades da gestão de projetos internacionais, desenvolver competências de análise, envolvimento e gestão de parceiros, de liderança e de gestão de equipas, conhecer diferentes modelos de cooperação internacional e as novas tendências na gestão de projetos internacionais.

 

 

Coordenação

Professora Carolina Santos

 

SECRETARIADO

Ana Sofia Silva

+351 217 512 142

anasofia.silva@ensp.unl.pt

 

 

Unidade curricular Coord. OutrosDocentes ECTS Tempos Letivos
Teoria de gestão de projetos Carolina Santos 4 15
Avaliação financeira e de risco em projetos Rui Santana Gonçalo Rijo 3 11
Agile e ferramentas de gestão de projetos Carolina Santos João Pequenão 6 18
Competências individuais e organizacionais em gestão de projetos Carolina Santos João Pequenão 5 18
Cooperação internacional Carolina Santos 2 6
Gestão de Projetos de Software Carolina Santos Abrao Kulaif 4 14
Gestão de Projetos de Sustentabilidade Susana Viegas  Tiago Dias 4 12
Gestão de Projetos Internacionais  Paulo Sousa Gonçalo Mota 4 14
Total 32 108

O curso está organizado segundo o sistema europeu de acumulação e transferência de créditos (ECTS).

A obtenção do certificado final da pós-graduação depende da realização de um mínimo de 20 ects das Unidades Curriculares obrigatórias:

  • “Teoria de gestão de projetos”;
  • “Avaliação financeira e de risco em projetos”;
  • “Agile e ferramentas de gestão de projetos”;
  • “Competências individuais e organizacionais em gestão de projetos”;
  • “Cooperação internacional”.

As unidades curriculares “Gestão de Projetos de Software” (4ects), “Gestão de Projetos de Sustentabilidade” (4ects), e “Gestão de Projetos Internacionais” (4ects), não sendo obrigatórias e não dependendo a emissão do certificado do curso da sua realização, se realizadas serão certificadas , podendo a “Pós-Graduação Gestão de Projetos em Saúde” contabilizar até 32 ects, sem propina acrescida, sendo o certificado final de curso emitido em conformidade com o número de ECTS completados pelo aluno.

COORDENAÇÃO

Carolina Santos

(ENSP NOVA)

 

CORPO DOCENTE

Carolina Santos
(ENSP NOVA)

Gonçalo Rijo

(UNL)

João Pequenão
(Inetum)

 Rui Santana
(ENSP NOVA)

Susana Viegas

(ENSP NOVA)

Paulo Sousa

(ENSP NOVA)

 

O curso decorre entre janeiro e julho de 2024. 

Durante os 7 meses, o Curso de Pós-graduação em Gestão de Projetos em Saúde funcionará às sextas-feiras entre as 14h30 e as 20h10 e ao sábado, entre as 9h30 e as 13h10.

Todas as aulas decorrerão online e existirá um conjunto de sessões cuja participação presencial é obrigatória (6 - 7 dias do curso).

 

 

RESUMO DAS DATAS RELEVANTES

Período de candidatura: até 13 de dezembro de 2023

Afixação dos resultados :15 de dezembro de 2023

Inscrição/matrícula: 2 janeiro a 5 de janeiro de 2024

Início do curso: 12 de janeiro de 2024 (sujeito a confirmação findo o período de candidatura).

Fim do curso: julho de 2024

 

Horário

  • 6ª feira: 14h30 - 20h10
  • Sábado: 9h30-13h10

 

 

candidaturaS

 

Requisitos

- Grau de licenciatura (ou equivalente)

- Domínio do português e inglês (para compreensão de bibliografia)

 

Documentos obrigatórios:

i) Documento de identificação e identificação fiscal

ii) Fotocópia autenticada do(s) certificado(s) de habilitações do(s) grau(s) académico(s) obtido(s), com indicação da respetiva classificação final e ECTS.

iii) Curriculum Vitae abreviado (máximo de 2 páginas).

iv) Carta de motivação para a realização da pós-graduação (máximo de 1 página).

 

encargos

Taxa de inscrição: 51€ (não reembolsável)

Propina da Pós Graduação em Gestão de Projetos de Saúde: 2.200€.

 

SELEÇÃO

O Curso funciona com um número mínimo de 15 inscrições e um máximo de 25, salvaguardando a hipótese de admitir supranumerários.

 

 

Ana Rita Constante

Video | Ana Rita Constante partilha o seu testemunho sobre a 1ª Edição da Pós-Graduação em Gestão de Projetos e conta como lhe permitiu entrar no mundo do empreendedorismo com o projeto eBreathie criado em "sala de aula".

 

2022

 

Filipa Barata, Gestora & Marketing

 

Esta pós graduação permitiu um elevado desenvolvimento pessoal e profissional.

O desenvolvimento de trabalhos inovadores foi desafiante e permitiu-me trabalhar com profissionais de excelência, com diferentes backgrounds, que me ajudaram não só a crescer na minha aprendizagem mas também como pessoa e criando laços que decerto perdurarão.

O projeto desenvolvido no âmbito da pós graduação acabou por ser o vencedor do Nova ImpACT Challenge o que acabou por dar não só ânimo ao grupo pelo trabalho desenvolvido, mas também demonstrou a qualidade do que tinha sido desenvolvido até à data.

Esta pós graduação foi uma aprendizagem que aprimorou as minhas soft e hard skills, tendo sido sem duvida um desafio que me deu ferramentas para poder implementar no meu trabalho do dia a dia e entender melhor como podemos optimizar alguns processos.

Ficou agora a vontade de avançar para a certificação promovida em Portugal pela APOGEP!

 

 

Carolina Gasparinho, Enfermeira

 

A minha candidatura ao Curso de Pós-Graduação em Gestão de Projetos de Saúde teve como propósito aprofundar as minhas competências de planeamento e execução de um projeto de saúde. Durante o meu percurso profissional, tanto como Enfermeira, e sobretudo a trabalhar na área de Investigação em Angola, tive a oportunidade de gerir equipas e de monitorizar as atividades no terreno de forma a alcançar os objetivos delineados. Para quem já trabalhou em cenários semelhantes compreende que a resolução de problemas a nível logístico, de recursos humanos, financeiros e de comunicação pode ser muito desafiante. Por isso, participar neste curso foi uma experiência muito positiva, na medida em que o corpo docente nos deu acesso a ferramentas na área da gestão que desconhecia e que são fundamentais na implementação de um projeto, atendendo o tempo e o orçamento disponíveis. O curso é ideal para quem quer consolidar os conhecimentos nesta área em pouco tempo. No nosso caso, foi ministrado durante aproximadamente seis meses, o que tornou a interação entre os alunos e os docentes de diferentes áreas profissionais mais intensa, exigindo também uma maior dedicação e entrega de cada um. A criação de um projeto de saúde durante o curso fez todo o sentido pois permitiu, de alguma forma, passar da teoria à prática, tornando assim o processo de aprendizagem mais desafiante, interessante e eficaz! Este é também o curso indicado para quem pretender mais tarde avançar para o processo de Certificação!

 

 

 

2021

 

Ana Paula Pona de Augusto Pisco, Médica

 

Fazer a pós-graduação em Gestão de Projetos em Saúde foi uma experiência enriquecedora, que abriu novas perspetivas no âmbito da minha atividade profissional. Sou Médica Internista dedicada à atividade assistencial, e neste âmbito, a equipa multidisciplinar em que me integro, promove inúmeras ações em prol da melhoria contínua centrada na qualidade de vida e saúde do utente. Como profissionais de saúde somos igualmente chamados a desempenhar cargos de direção ou coordenação para os quais não somos preparados durante a nossa formação académica.

No mundo em constante mudança é fundamental a adaptação às novas exigências e a aquisição de competências que nos conduzam a uma melhor e mais eficiente concretização dos projetos que nos propomos desenvolver.

Esta pós-graduação aprofunda as bases de gestão de projetos de uma forma dinâmica através da componente prática de “aprender fazendo”, da organização das unidades curriculares, da competência, proximidade e disponibilidade dos docentes e da partilha de saberes em palestras organizadas com peritos em áreas especificas. A diversidade das experiências profissionais dos discentes constrói igualmente momentos únicos de interação e crescimento.

O projeto de grupo desenvolvido durante a pós-graduação permite a aplicação imediata dos conceitos teóricos que são adquiridos ao longo da formação, e no caso do projeto criado pelo grupo que integrei, um dos finalistas da iniciativa NOVA impACT! Challenges 2021, a possibilidade de experienciar a vertente do empreendedorismo.

Foi sem dúvida um curso desafiante por se encontrar fora da minha área de conforto, mas muito motivador e que enriquece a minha prática profissional.​

 

Cláudio Martinheira, Arquiteto e Gestor de Projeto

 

Esta formação em Gestão de Projetos em Saúde é uma mais valia para quem pretende liderar e gerir projetos nacionais e internacionais na área saúde, proporcionando um amplo entendimento das ferramentas necessárias à gestão de projetos, assim como implementá-las nos diversos contextos a que podemos ser expostos na nossa vida proporcional.

O corpo docente esteve sempre disponível para nos proporcionar todos os esclarecimentos necessários, expondo as matérias claramente e de uma maneira que tornaram as aulas muito fluídas e agradáveis. O modo como a pós-graduação está estruturada e os projetos e desafios lançados, fazem desta pós-graduação, não apenas um passo no nosso desenvolvimento pessoal, mas também uma oportunidade de criar projetos reais, que podem não ficar apenas no domínio do exercício académico, sendo assim uma mais valia de características únicas.

 

Rita Subtil, Gestora

 

A pós-graduação superou as minhas expectativas principalmente pelo sucesso na adequação da teoria de Gestão de Projetos à área da Saúde.

O desenvolvimento do projeto final foi muito entusiasmante e o desafio ideal que permitiu consolidar a teoria.

A qualidade e espírito inovador do corpo docente e os diferentes backgrounds dos alunos foram fundamentais para uma experiência muito enriquecedora. Tivemos ainda a oportunidade de apresentar o nosso projeto final no NOVA impACT! Challenge, o que permitiu adquirir ainda mais conhecimentos em áreas de interesse como Social Impact Business Models.  ​

Ficou a vontade de avançar para a Certificação e colocar em prática os conhecimentos adquiridos!

​​

Elisa Pacheco, Consultora

 

A Pós graduação em Gestão de Projetos em Saúde da ENSP reúne, não só, competências de gestão mas, também, de empreendedorismo. É uma pós-graduação indicada para quem não quer esperar para aplicar a teoria na prática.

Para além do grau compromisso que requer, obriga-nos a sair da nossa zona de conforto, permitindo desenvolver soft skills de liderança e comunicação.

O projeto em que participei, no âmbito desta pós-graduação, foi um dos 10 finalistas do Nova ImpACT Challenge, o que demonstra a qualidade e solidez dos trabalhos desenvolvidos no decorrer da mesma.

Em resumo, a Gestão de Projetos em Saúde da ENSP é a pós-graduação ideal para quem não se contenta em aprender e quer ser desafiado.

___________________________________________________________________________

 2020

 

Joana Venâncio,  Healthcare Business Developer na Glintt

 

A inscrição na Pós-Graduação foi motivada fundamentalmente pela necessidade sentida de adquirir e fortalecer competências específicas de gestão de projetos, nomeadamente, de foro mais técnico. A minha experiência profissional tem sido caracterizada pelo envolvimento e acompanhamento de diversos projetos tecnológicos na área da saúde. No entanto, a certa altura, senti falta de aprofundar as bases técnicas e sem dúvida que a Pós-Graduação foi uma mais-valia no meu percurso e crescimento profissional. Tendo sido anteriormente aluna da Escola Nacional de Saúde Pública (no âmbito do Curso de Especialização em Administração Hospitalar), sabia de antemão que a frequência da Pós-Graduação seria uma aposta certa não só tendo em conta a qualidade do ensino numa perspetiva mais curricular mas também no que respeita à oportunidade de conviver e aprender com pessoas com backgrounds e experiências tão diversificados. O desenvolvimento de um trabalho de grupo ao longo da duração da Pós-Graduação foi um excelente exercício que permitiu aplicar os conhecimentos adquiridos nas várias Unidades Curriculares, o que acabou por se revelar muito estimulante, desafiante e enriquecedor, fundamentalmente por ter possibilitado discussões tão interessantes entre os vários colegas. De sublinhar a dedicação, disponibilidade e proximidade do corpo docente que contribuiu decisivamente para uma experiência única de aprendizagem.

Por fim, a frequência e a conclusão da Pós-Graduação em outubro de 2020 foi a motivação certa para avançar para a obtenção de Certificação, em novembro do mesmo ano, promovida em Portugal pela APOGEP.

 

 

Mónica Cristina, Técnica Superior

 

A decisão de participar nesta 1ª edição do CPGGPS, depois de ter frequentado o módulo de GPS, foi uma escolha natural de evolução pessoal e profissional face à importância e atualidade deste tema nos dias de hoje.

Esta formação foi uma mais valia para o meu crescimento profissional e foi necessária para a compreensão da Gestão de Projetos em particular na área da saúde. O corpo docente foi essencial neste percurso, procurando sempre transmitir-nos o conhecimento de forma acessível e criativa tendo em conta as restrições impostas num contexto pandémico.

O networking e a partilha de experiências e conhecimentos com colegas de diversas áreas, enriqueceram e muito toda a aprendizagem técnica. Desta experiência levo não só o conhecimento mas também as relações de amizade e companheirismo construídas ao longo das várias horas em discutimos muito entusiasticamente o tema do Project Management Office.

Como nota final, o CPGGPS revelou ser também um bom ponto de partida para a certificação IPMA.

 

 

Ana Rita Constante, Médica

 

Na minha prática clínica estou constantemente envolvida em projetos, pelo que esta pós-graduação foi o melhor passo que podia ter dado. Desde o currículo bem estruturado e abrangente, aos professores altamente motivados e competentes, pude adquirir conhecimento e competências básicas de gestão de projetos, com especial foco na área da saúde. As aulas foram interativas e os momentos de avaliação muito enriquecedores, contando com a presença de um painel de experts de renome. Permitiu-me também iniciar-me no mundo do empreendedorismo, levando o projeto criado em "sala de aula" a várias iniciativas, como o NOVA impACT! challenge.

Considero que esta pós-graduação é uma excelente forma de sermos introduzidos no "mundo" da gestão de projetos - seja numa perspetiva de incluirmos na nossa prática clínica os conceitos adquiridos, iniciarmos novos projetos ou avançarmos para certificação. Sem dúvida que irei continuar o caminho iniciado.

 

 

Inês Sampaio, Enfermeira

 

Como enfermeira, sempre senti que o paradigma da prestação de cuidados se centrava exclusivamente na reatividade, em vez da proactividade. A pós-graduação em Gestão de Projetos em Saúde veio preencher uma enorme lacuna ao nível de conhecimento e prática, de modo a ter a formação necessária para que possa fomentar a mudança no meu meio profissional.

Durante o meu percurso neste curso de formação avançada, a minha perspetiva de horizonte profissional foi amplamente alargada, as minhas soft skills foram aprimoradas, o conhecimento do ciclo de vida de um projeto e as ferramentas necessárias para o implementar, fazem de mim uma profissional de saúde muito mais capacitada para as mudanças que se adivinham.

 

João Lima, Nutricionista,

Professor na Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Coimbra

 

A realização da Pós-graduação em Gestão de Projetos na Escola Nacional de Saúde Pública foi muito gratificante, sendo marcada pela aquisição de novos conhecimentos e sistematização de outros adquiridos com base em experiências anteriores. Permitiu descobrir uma área de trabalho/ação em forte crescimento, procurando uma melhor eficácia e eficiência no trabalho desenvolvido. A integração num grupo de estudantes multidisciplinar, a juventude, experiência e capacidade do corpo docente e o desenvolvimento de aprendizagens e avaliação com base em pacotes de trabalho de um projeto – a pós-graduação, permitiu no imediato aplicar os conceitos em estudo.

Grato por esta experiência, esperando no futuro partilharmos outras.

 

 

 

Fundação Aga Khan
 

PROJETO ColoRIR

O ColoRIR, da autoria de Filipa Barata, Andreia Ferreira, Jeanete Calderón e Joana Osório, alunas da Pós-Graduação em Gestão de Projetos de Saúde da ENSP NOVA, foi o grande vencedor do NOVA ImpACT! Challenges.

O projeto ColoRIR vem contribuir para o combate a um grave problema de saúde pública que são as Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS).  As IACS são infeções adquiridas pelos doentes durante cuidados e procedimentos de saúde. De acordo com a DGS, a taxa de prevalência de IACS em Portugal é de 7,6% ao ano, representando 9 dias extra de internamento por doente, com um importante encargo económico e uma taxa de mortalidade associada de 15,7%. Estas infecções são um grande e evitável desafio de saúde pública.

 

 

 

PROJETO eBREATHIE

Ana Rita Constante, Diana Gonçalves, Elsa Inocêncio, Inês Sampaio, alunas da Pós-Graduação em Gestão de Projetos de Saúde da ENSP NOVA, vencem NOVA impACT! Challenges com o projeto “Easy Breathie”.

eBreathie is a new smart-inhaler coming to empower asthma patients on the management of their disease, giving them a better quality of life!

O projeto propõe-se a diminuir as dificuldades na utilização de dispositivos terapêuticos inalatórios (usados no tratamento de várias doenças respiratórias, como asma e doença pulmonar obstrutiva crónica) através da criação de um dispositivo médico conectável e adaptável aos próprios inaladores. Este dispositivo irá monitorizar quando a medicação é feita, mas também irá avaliar como ela é feita (dando uma perspetiva da sua eficácia). Toda a informação recolhida será partilhada com o próprio doente através de uma aplicação, de modo a que este tenha mais controlo sobre a sua própria doença, mas irá também oferecer a possibilidade de a partilhar com o seu médico, facilitando deste modo a comunicação à distância com os serviços de saúde.